Resenha: Livro “Quem é você, Alasca?”

Há muito tempo eu estou devendo
resenhas de livros.. e por um acaso, encontrei a do livro “Quem é você, Alasca?” escrito por John Green, largada no
Instagram e resolvi compartilhar no blog, para começar 2017 cumprindo
promessas! hehe
Livro "Quem é você, Alasca?" do John Green
Livro: “Quem é você, Alasca?”. 

Trecho do liivro "Quem é você, Alasca?"
Trecho do Livro

Resenha

Mile ou “o gordo” – como seus novos amigos o apelidaram carinhosamente –
despede-se da sua vida tediosa, solitária e sem amigos na Flórida para ir morar
em um internato. 
O garoto solitário vai morar em Culver Creek, localizado no Alabama. Lugar do qual havia
hospedado seu pai, no auge de sua juventude, e onde o mesmo havia executado
um dos maiores trotes da história do colégio de todos os tempos.
Sua
vida muda completamente depois que fora morar lá, pois o menino que tem paixão
por livros de biografia, que coleciona e decora as últimas palavras de
celebridades e políticos mortos parou de fingir que não existia para a
sociedade , parou de construir um mundo pequeno e autossuficiente em seu torno. 
Ele faz amizades verdadeiras e aventura-se na busca do “grande talvez” que era a
vida, compartilhando experiências incríveis com seus novos amigos. Acaba sendo cúmplice de um dos maiores trotes da história do colégio, digno de tirar o trono de seu pai. 
Amou pela primeira vez. Apaixonou-se bruscamente pela sua amada Alasca – a menina impetuosa que queria subverter o paradigma
patriarcal. Por ela, submetia-se a estudar pré cálculo enquanto almoçava no famoso “”McIncomível” e muito mais. Sem descumprir suas responsabilidade, concretizou sonhos, aspirações e vontades.

Um
dos trechos que mais gostei:
“Somos capazes de sobreviver a essas coisas
horríveis, pois somos tão indestrutíveis quanto pensamos ser. Quando os adultos
dizem: “os adolescentes se acham invencíveis”, com aquele sorriso
malicioso e idiota estampado na cara, eles não sabem quanto estão certos. Não
devemos perder a esperança, pois jamais seremos irremediavelmente feridos.
Pensamos que somos invencíveis porque realmente somos. Não nascemos nem
morremos. Como toda energia, nós simplesmente mudamos a forma, de tamanho e de
manifestação. Os adultos se esquecem disso quando envelhecem. Ficam com medo de
perder e fracassar. Mas essa parte que é maior do que a soma das partes não tem
começo e não tem fim, e portanto, não pode falhar.”

Contracapa do Livro "Quem é você, Alasca?"
Contra capa do livro

Visão geral: o livro é muito bom. No início foi chato, porém
depois fluiu. Gostei bastante do meio para o final. 

Autor (a): John Green
Livro: Quem é você, Alasca?  
Páginas: 336
Editora: Instrinseca

Minha nota: 4,5/5
Nota geral no Skoob: 4,1/5


Onde comprar? Eu indico estes sites:
– Saraiva;
– Submarino.
P.S.: Preparem os lencinhos.
Gostaram da resenha? Espero ir melhorando com o tempo! Não deixe de comentar!
Beijos, Mor.

Resenha: Shampoo e Condicionador da “Complete Repair” da Amend


Resenha do shampoo e condicionador da linha COMPLETE REPAIR – Reconstrução
Total da Amend Cosméticos
Por onde começar?
Primeiramente, preciso confessar: foi um dos melhores shampoos que já usei na vida, e
condicionador também!
Características do Produto
Amend Condicionador Reconstrutor Complete Repair – 250ml
Cabelos sedosos e protegidos de danos futuros. Condiciona, hidrata e reduz o friss. Com Bio-Amino Reconstrutores que agem na reparação profunda e resgate da vitalidade, resistência e brilho.
Indicação: cabelos danificados.
Princípios Ativos: Bio-Amino Reconstrutores: bioativo positivo.
Ação: condiciona, hidrata e reduz frizz.
Composição:
Aqua, Isopropyl Myriste, Paraffium Liquidum, Cetearyl Alcohol/ Behentrimonium Methosulfate, Cetearyl Alcohol, Cetrimonium Chloride, Parfum, *Glycerin/Hydroxyethy Ceteramidopropyldimonium Chloride / Behenyl Alcohol / Cetearyl Alcohol / Isocetyl Alcohol / Queternium-70/ Popylene Glycol/ Amodimethicone/ C12-14 Sec-Pareth-7/C12-14 Sec-Pareth-7/ C12-14 Sec-Pareth-5/ Disodium Lauriminodipropionate Tocopheryl Phosphates/ Dimethylpabamidopropyl Laurdimonium Tosylate / Benzophenone-3 / Lauroy Lysine / Glycine / Acetyl Cysteine / Arginine HCL*, Amodimethicone / C11-15 Pareth-7/ Laureth-9/ Glycerin/ Trideceth-12, Disodium EDTA, Methylchloisothiazolinone/ Methylisothiazolinone, BHT, Hydroxyisohexyl 3-Cyclohexene Carboxaldehyde, Hexyl Cinnamal, Limonene, Butylphenyl Methylpropional, Coumarin, Linalool.
Shampoo e Condicionador da "Complete Repair" da Amend
Minha experiência com os produtos
Eu usei os tubos até o final para poder repassar informações concretas do meu uso.
Serei prática e listei os atributos, conforme a MINHA
OPINIÃO
 (em uma escala de: 1 para insatisfeita e 5 para
muito satisfeita)
:
Maciez: 4
Diminuição do frizz e volume: 4,5 
Brilho: 4
Aroma: 5.
Sério, que cheiro delicioso! Um aroma de “rhyca”.
Hidratação: 5
Avaliação geral: 5/5
Fiquei APAIXONADA por essa dupla. O
condicionador sela tanto os fios, que usei ele com outro shampoo e tive um
excelente resultado. Foi cumprido o prometido da linha:
hidratou, baixou o frizz, deixou o cabelo macio e cheiroso.
Não tive nenhuma reação alérgica.
Preço
Varia entre R$ 24 a R$ 30 o shampoo e o
condicionador, separadamente, dependendo da loja. 
O custo benefício é válido, pois eu
gostei bastante.
Onde comprar
Vocês encontram na  loja oficial
da Amend e na Panvel Farmácias.
Alguém mais aí já usou? Como foi a
experiência? Deixe a sua opinião aqui abaixo.
Fico a disposição para mais
dúvidas! 
Beijooos, Mor.

Resenha: S.O.S Bomba de Vitaminas Salon Line

Amores,
Sentem que hoje tem
RESENHA do shampoo S.O.S Bomba de Vitaminas da Salon Line.
 Depois de eu ter lido diversos depoimentos
positivos sobre esse shampoo e alguns negativos, eu resolvi postar o que achei
e o que aconteceu ao usá-lo.
Eu demorei a fazer a
resenha, pois fui à minha dermatologista confirmar algo que aconteceu com meu
couro cabeludo e passar informações coerentes e verdadeiras para vocês.
Vamos lá então..

+ Pontos positivos:
realmente deu brilho, aroma agradável, meu cabelo ficou macio e aparentemente
deu uma crescida (difícil notar em 30 dias de uso, sendo que meu cabelo sempre
cresce bastante).

– Pontos negativos: nas
duas últimas lavagens antes de terminar o shampoo, eu senti ardência, coceira e
vermelhidão
bem acentuada no meu couro cabeludo. Caiu um chumaço de cabelo
gigantesco (muito grande) ao lavar no banho. Quando fui secar, a ardência
e a sensibilidade eram grandes também, bem no couro cabeludo. Aconteceram nas duas últimas lavagens, pois na antepenúltima eu achei que pudesse ser alguma reação alérgica qualquer e
fiz a prova real em outra lavagem, a última. 🆘
Resolvi ir à
dermatologista e ela disse que eu tive uma reação alérgica ao shampoo mesmo,
disse que PRODUTOS COM MUITAS VITAMINAS podem causar isso. Ela aconselhou-me a
tomar cuidado e que essas alergias podem aparecer do nada mesmo, não
necessariamente importando a quantidade e maneira de uso.
Informações sobre o Shampoo

Lembrando que eu não uso
nenhum tipo de química no cabelo
, ele é virgem. Não usei nenhum condicionador
na última lavagem para confirmar também.
Sobre a alergia
A alergia depende de pessoa para pessoa. Eu posso ter tido essa reação, mas outras pessoas podem não ter. Li que algumas meninas que tiveram reações alérgicas ou leram a respeito antes, estão intercalando com shampoos mais leves (shampoo para bebês tipo JOHNSON’S®) para não sobrecarregar o couro cabeludo e usufruir das vitaminas do shampoo.

As postagens que eu fiz no Instagram e no Facebook têm diversos comentários negativos e positivos, não deixem de olhar AQUI e AQUI. Temos diversos depoimentos..

Instagram

Meu perfil pessoal no Facebook

Peço que se você já usou, dê seu depoimento abaixo aqui nos comentários. Assim, podemos ajudar umas as
outras. Conte a sua experiência! Foi positiva, negativa ou neutra?
Espero que tenham gostado. Sempre serei muito honesta e sincera, vocês sabem.
Muitos beeijos, Mor.

RESENHA DE UM CASO PERDIDO

Olá meus amores, 
Resolvi trazer para vocês a resenha de um dos meus livros
preferidos: Um caso perdido.
Eu não dava nada por esse livro, o titulo não me atraia, a capa
não me chamava à atenção, mas como diz o velho ditado “Nunca julgue um livro pela capa”

Resolvi dar uma chance, e depois que o li, me apaixonei
completamente pela estória. Espero que gostem da resenha, é sempre escrita com
muito carinho para vocês.
Resenha
Um caso perdido conta a estória de Sky,
uma adolescente que aos 17 anos cataloga garotos como sabores de sorvete.
Porém, nenhum a empolga. O que Sky realmente gostaria de experimentar é o
ensino médio, pois passou sua vida toda sendo educada em casa por sua mãe
adotiva.
Mesmo que todas as informações sobre o ensino médio que ela
obteve em seus amados livros sejam negativas, e mesmo que sua melhor amiga Six,
e a única pessoa em que Sky conhece na instituição, tenha resolvido fazer
intercâmbio na Itália, e mesmo com a relutância de sua mãe adotiva Sky
quer encarar o último ano do ensino médio em uma escola convencional, e ver
como realmente é bom ser “a aluna nova”, e melhor ainda quando todos
sabem de seu gosto volúvel para garotos e sorvetes.
Sky e Six não possuem uma boa reputação, devido ao entra e sai
de garotos de suas janelas. Ambas não se apegam a relacionamentos e estão a
procura de alguém que as faça sentir algo novo, uma nova emoção.
E então que em seu último ano de escola, Sky conhece Dean
Holder, um rapaz com uma reputação capaz de rivalizar com a dela. Em um único
encontro, ele conseguiu amedrontá-la e cativá-la.
– Vou lhe avisar uma coisa – diz ele baixinho. –
Assim que meus lábios encostarem-se aos seus, vai ser, sim, seu primeiro
beijo. Porque, se nunca sentiu nada enquanto alguém a beijava, então ninguém
jamais a beijou de verdade. Não da maneira como eu planejo beijá-la.
(Um Caso Perdido – pág. 122)
Dean Holder faz com que memórias de seu passado conturbado
comecem a voltar, mesmo depois de todo o trabalho que teve para enterrá-las.
Mas o misterioso Holder também tem sua parcela de segredos e quando eles são
revelados, a vida de Sky muda drasticamente.
Estou com raiva dele por vir aqui, mas fico com
mais raiva ainda de mim mesma por querê-lo aqui. Não importa o quanto queira
gritar com ele e obrigá-lo a ir embora; percebo que sempre quero que me aperte
um pouco mais. Quero que tranque os braços ao meu redor e jogue a chave fora,
pois aqui é seu lugar e tenho medo de que me solte de novo.
(Um Caso Perdido – pág. 162)
Narrado em primeira pessoa pela personagem Sky, a estória vai se
alternando entre o passado e o presente, fazendo com que lembranças aos poucos vão sendo desenterradas
sobre o passado de Sky, lembranças em comum com Holder, para compor um grande e
doloroso quebra-cabeças.
Um caso perdido é simplesmente
incrível e intenso. A cada página lida eu ia devorando o livro ao mesmo tempo
em que este me devorava. A leitura mexeu bastante comigo, visto que a
questão central da estória nos faz parar e refletir sobre os perigos e a
injustiça de encontrar a violência e o abuso, onde deveríamos apenas encontrar
o amor incondicional e a segurança.
Colleen Hoover mais uma vez conseguiu criar uma trama
envolvente, abordando um tema delicado e doloroso, ao mesmo tempo em que traz
uma história de amor belíssima e totalmente cativante. Não há como não se
apaixonar por esse casal, mesmo que cada um encha as páginas do livro com suas
bagagens, eles nos mostram como a força do amor é capaz de curar até mesmo a
maior das feridas.
E a pedido de muitos fãs desse casal lindo, a autora publicou um
novo livro que se chama Losing Hope, que traz a continuação da estória, só que desta vez narrada por
Holder. Eu já
garanti o meu e em breve trarei resenha dele para vocês.
Bom meus amores, vou parando por aqui, pois
qualquer coisa que eu possa dizer sobre este livro e o quanto ele é maravilhoso
vai ficar parecendo redundante. Deixo a vocês minha recomendação para ler esta
estória maravilhosa, que me trouxe uma grande lição de vida e me cativou de uma
forma inexplicável.  

Página 247
Trecho do livro – Pág 247

Título: Um Caso Perdido – Hopeless 
Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera Record 
Ano: 2014
Páginas: 384
Minha nota: ☆☆☆☆☆
Beijos com muito carinho,
Andressa Castilho.

@andressa_castilho12

RESENHA DO LIVRO PARA ONDE ELA FOI

Olá meus
amores, 

Como
prometido, trouxe para vocês a resenha do livro Para onde ela foi, continuação do livro Se
eu ficar de Gayle Forman. 
A resenha de
Se eu ficar já está aqui no Blog, quem ainda não leu dá uma passadinha lá, a
resenha está linda. E esta também foi escrita com muito carinho e espero que
vocês gostem. 

Resenha do livro

Para onde ela foi se passa três anos depois do acidente
trágico que matou os pais de Mia e seu irmãozinho Teddy, e o qual a deixou
entre a vida e a morte. Mas, o amor de Adam faz com que ela decida ficar. 
Reabilitações
para conseguir lidar com a perda de sua família, e uma recuperação extremamente
dolorosa se tornam parte de seu cotidiano, mas sempre acompanhada de seus avós,
sua melhor amiga Kim, Adam, e claro… Seu violoncelo. Este tem um papel
fundamental na recuperação de Mia, algo considerado pelos médicos como
“sobrenatural”. 
O amor que
Mia sente pela música clássica ajuda na sua recuperação de forma mágica e logo
Mia se forma e consegue entrar para a tão sonhada Juilliard.  
Mia vai para
Nova York, deixando para trás sua antiga vida, e com isso, deixa Adam também. 
Sem nenhuma explicação, sem nenhum motivo, Mia simplesmente desaparece,
partindo completamente o coração do rapaz. 
”[…]
Muitas das minhas fantasias envolvem as formas com as quais Mia me pede perdão.
Desculpas por retribuir meu amor com a crueldade do seu silêncio. Por agir como
se dois anos da vida – aqueles dois anos da nossa vida – não significassem
nada.” (Pág. 91)
Vivendo
agora em lados opostos do país, Mia é um talento em ascensão na Juilliard, à
conceituada escola de música, e Adam é o típico astro do rock de Los Angeles,
com direito a notícias nos tabloides e uma namorada-celebridade. Quando Adam se
vê sozinho em Nova York, o acaso reúne o casal mais uma vez. O destino dá a
eles uma noite para resolverem todos os assuntos que permaneceram pendentes
durante esses três anos. Será que uma noite será suficiente? Será que o amor
que sentem um pelo outro é mais forte que o passado e as diferenças que os
separam?
Com a mesma
força dramática do primeiro livro, agora narrado pela perspectiva de
Adam, Para
Onde Ela Foi expõe
o desalento da perda, a promessa de esperança e a chama do amor que renasce.
“Mas,
logo que meus dedos se fecham ao redor dos de Mia, eu noto que eles de repente
ficam imóveis, como se estivessem congelados. E eu posso permanecer aqui para
sempre.” (Pág 51)

Este
segundo livro oscila entre o presente e o passado, trazendo a tona um pouco
mais da personalidade de Adam e de quem ele se tornou após a partida de Mia. A
autora nos mostra como o amor pode nos trazer a vida e também como pode nos
devastar completamente.

Capa do livro Para onde ela foi
O livro não
é só sobre onde Mia foi parar, mas principalmente sobre o que aconteceu com
Adam, e se há volta para o que eles eram antes. Mas, como diz uma de suas
canções, talvez odiar e entender tudo que aconteceu entre eles, lhes dê a
chance de recriar algo completamente novo.
Com uma
escrita mais madura, leve e fluída, dessa vez a autora não pergunta ao leitor
se é possível seguir em frente, mas sim, perdoar quem seguiu sem nós.
Com certeza
um livro com uma estória apaixonante, surpreendente do começo ao fim.  
Se eu
ficar
 tem
um filme que foi lançado esse ano, eu já assisti e adorei. O filme é bem fiel
ao livro e, a estória é tão comovente quanto. Quem tiver a oportunidade de
assistir eu garanto que não irão se arrepender. 
Para
finalizar, deixo para vocês minha recomendação para essa duologia incrível, e
também para o filme. Ambos entraram para a minha lista dos favoritos! 

Adam e Mia


Titulo
Nacional:
 Para onde ela foi 
Autora: Gayle Forman
Editora: Novo Conceito 
Ano: 2014
Número de páginas: 239
Minha nota: ☆☆☆☆☆
Onde comprar? Nas lojas online: SaraivaSubmarinoLivraria CulturaLojas Americanas

Beijos com muito carinho,

Andressa Castilho.
@andressa_castilho12

RESENHA DA TRILOGIA DE BELO DESASTRE

Olá meus amores,
Hoje trago para vocês a resenha da Trilogia
de Belo Desastre
. Resolvi escrever logo sobre os três
livros para que vocês conheçam melhor a estória. 
Essa foi uma das trilogias que mais
gostei e, com certeza ela merecia uma resenha bem feita. Espero que vocês
gostem, e sintam-se a vontade para opinar, dar sugestões e fazerem críticas.
Resenha da Trilogia de Belo Desastre
Em Belo Desastre é narrado a estória de Abby Abernathy, que é diferente de qualquer
outra garota. 
Abby decide se mudar de sua cidade
para começar a faculdade junto com sua melhor amiga America. Ela quer começar
uma vida nova, longe de seu passado sombrio e dos problemas que a atormentavam
até conhecer Travis Maddox, um bad boy que ganha à vida em clubes de luta e passa
as manhãs seduzindo as meninas da faculdade. 
Ao perceber a indiferença de Abby,
Travis se vê cada vez mais destinado a conquistar a garota, só não imagina que
está diante de uma adversária a sua altura. Abby por sua vez vê em Travis todos
os problemas dos quais lutou para deixar para trás. Eles engatam em um
romance que é definitivamente um desastre. Brigas, risos, lágrimas e um amor
incondicional preenchem a história desses dois.
“No momento em que nos
conhecemos, algo dentro de nós dois mudou e, o que quer que tenha sido fez com
que precisássemos um do outro. Por motivos que eu não conhecia, eu era a
exceção na vida dele, e, por mais que eu tentasse lutar contra os meus sentimentos,
ele era a minha.” (Belo Desastre, pág. 188)
Em Desastre Iminente, a estória é contada do ponto de vista de Travis Maddox, já que uma
história tem sempre dois lados. O que fez bastante diferença, pois no decorrer
da estória  conseguimos esquecer que já sabemos o final, e nos envolvemos
com os fatos narrados pelo olhar dele, desconhecidos no primeiro livro.
Ele mostra com total intensidade a
louca paixão que sente por Abby, seus sentimentos, pensamentos e fazendo com
que nos percamos totalmente em sua cabeça. Passamos a conhecer realmente o
personagem, já que neste livro nos é apresentado o outro lado do tão conhecido
“cachorro louco”. Travis é tão intenso, apaixonado e insano, que em
algumas partes do livro comecei a duvidar se era real ou apenas um romance
literário.
Outro ponto positivo é que temos a
oportunidade de conhecer bem mais de sua família, temos a noção do quanto ele é
próximo de seu pai e de seus irmãos e de como o relacionamento entre eles é
especial, importante.
“Eu sabia, no segundo que te conheci,
que havia algo em você que eu precisava. Acabou que não era algo em você. Era
simplesmente você.”  (Desastre Iminente, Pág. 382)
Por último temos Belo Casamento: Longe de um conto
de fadas, o romance de Abby e Travis é ainda assim um amor intenso e capaz de
superar qualquer obstáculo. Eles se casam e vivem felizes para sempre… (estou
escrevendo isso porque o próprio título consegue dizer ao leitor do que se
trata a estória).
Mas o que realmente aconteceu durante
e depois da cerimônia? Quais as juras de amor que eles trocaram? Quem realmente
sabia que eles selariam a união? Essas perguntas são todas respondidas em Belo
Casamento, e a autora descreve com maestria os detalhes desse romance
contraditório fazendo o leitor se apaixonar ainda mais por essa trilogia. E
dessa vez, a história é narrada pelo ponto de vista dos dois.
O mais interessante é que a autora
não traz uma estória “pronta”. O livro ainda vem carregado de dúvidas,
problemas e muitas confusões. Jamie McGuire põe em palavras os sentimentos
com intensidade, mas, principalmente, continua a desenvolver o amor de Travis e
Abby de um jeito que nos deixa totalmente presos a leitura. Apaixonante do
início ao fim.
“Acho que o belo desastre acabou se
transformando em um belo casamento.”
 (Belo Casamento, pág. 122)
A autora caprichou no enredo, em cada
detalhe e me fez ficar apaixonada pela estória. O romance de Travis e Abby não
é um romance comum como estamos acostumados a ler, é um amor
único, diferente, que vai te proporcionar boas risadas, e também deixará teu
coração apertado e sua mente totalmente presa no enredo cativante criado por
Jamie.
Um dos pontos únicos dessa trilogia é
a forma que Jamie prefere dar um final à estória, deixando um gosto de “quero
mais”. Ao final de cada livro, pude fechá-los com certo orgulho, satisfação e,
claro, um suspiro. 
Deixo para vocês minha
recomendação,  não deixem de ler essa trilogia maravilhosa.
Trecho do Livro Desastre Iminente pág 243
Trecho do Livro Desastre Iminente. Pág. 243
Desastre Iminente pág 352
Trecho do Livro Desastre Iminente. Pág. 352
Trecho do Livro Belo Casamento. Pág. 67
Trecho do Livro Belo Casamento. Pág. 67



Descrição dos livros:
Livro 1: Belo Desastre 
Autora: Jamie McGuire
Ano de Lançamento: 2012
Número de Páginas: 392
Editora: Verus
Livro 2: Desastre Iminente
Autora: Jamie McGuire
Ano de Lançamento: 2013
Número de Páginas: 405
Editora: Verus

Livro 3: Belo casamento
Autora:
Jamie McGuire
Ano de Lançamento: 2014
Número de Páginas: 123
Editora: Verus

Minha nota: ☆☆☆☆☆
Onde comprar? Nas lojas online: Saraiva, Submarino, Lojas Americanas e Livraria Cultura
Beijos com muito carinho,
Andressa Castilho.
@andressa_castilho12

RESENHA DO LIVRO PAUSA

Olá meus amores,
Hoje trago para vocês a resenha da
continuação do livro Métrica: Pausa. Eu nunca li um livro que me
deixou tão chateada por não ter mais mil páginas para eu ler, rs. A estória é
linda, cativante e surpreendente. Espero que vocês gostem, essa resenha foi
escrita com um toque a mais do meu coração. Lembrando a vocês, que se sintam a
vontade para deixar críticas, sugestões e até mesmo nomes de livros dos quais
vocês gostariam de ver uma resenha aqui.
Resenha Livro Pausa
Pausa dá continuidade à estória de amor de Will e
Layken, e traz com si o amadurecimento desses personagens. Layken está com
19 anos, entrou para a faculdade e se tornou guardiã de seu irmão Kel após o
falecimento de sua mãe. Agora tanto ela, como Will precisam lidar com as
responsabilidades de uma casa e tentar exercer os papéis de pai e mãe que seus
irmãos precisam. 
Kel e Caulder fazem novas amizades, e
nessa continuação entra a personagem Kiersten, uma menina de 11 anos com uma
mentalidade de deixar qualquer um de queixo caído. Com ela, aparece também sua
mãe, Sherry, uma mulher diferente e independente, que será de grande ajuda para
o casal. O namoro deles está prestes há completar um ano e eles decidem
dar um passo a mais no relacionamento, decidindo que chegou a hora da tão
esperada “primeira vez”. Mas, o amor deles é testado novamente,
fazendo com que descubram que o amor pode não ser o bastante. 
Depois de passar por tragédias,
proibições e desencontros, o relacionamento de Layken e Will enfrenta novos
desafios: A ex-namorada de Will retorna arrependida de ter deixado o rapaz.
Isso faz com que Layken comece a questionar os reais motivos pelos quais ela e
Will estão juntos. Will por sua vez, precisa mostrar a namorada que apesar das
coincidências e do destino praticamente ter forçado eles a se unirem, ele ama
Lake com toda a intensidade de seu coração.
Quando tudo começa a se ajeitar, a
vida mais uma vez dá uma rasteira no casal, e uma grande reviravolta vem à
tona, fazendo com que os personagens reflitam de forma madura sobre o
verdadeiro sentido do amor, sobre o futuro e as decisões que terão que tomar
junto dele. Será que a poesia desse casal pode acabar num verso solitário, sem
direito a rimas ou ritmo?
“O amor é a coisa
mais bela do mundo. Infelizmente, também é uma das coisas mais difíceis de
manter, assim como uma das mais fáceis de desperdiçar”.
Nesse livro, a autora, mais uma vez,
conseguiu me surpreender com sua escrita leve, comovente e capaz de fazer um
coração bater rápido e devagar ao mesmo tempo, com as fortes emoções que ela
provoca nos leitores. 
Em Pausa, a narrativa
toma um rumo de reflexão e amadurecimento ainda mais fortes que o encontrado em
Métrica. Vemos Will lutar para ser uma espécie de pai para o seu irmão e para o
irmão de Lake, vemos também como Kel e Caulder resistem ao preconceito,
juntamente com a nova personagem Kiersten que sofre buylling. Observamos também
os amigos de Lake trilharem um futuro incerto e, vemos a própria protagonista
oscilar entre o presente e as boas recordações do seu passado.
Posso dizer que esse é um livro
repleto de emoção e pontos de reflexão, com uma narrativa ambientada sob um
ponto de vista masculino inusitado, pois dessa vez a estória é narrada por
Will. A autora não peca na descrição do amor, seja ele entre irmãos, parentes,
amigos e, principalmente, entre um casal. Faz-nos perceber o verdadeiro
significado de uma família, mesmo quando essa não é de sangue.
Dizer que chorei, que me emocionei e
me surpreendi é pouco para tudo o que esse livro despertou em mim. Via-me cada
vez mais envolvida em cada página que lia. Essa é uma estória que realmente faz
jus às palavras. Recomendo muito esse livro, quem o ler não ira se arrepender,
mas ficará preso num enredo que foge do convencional. Collen não pretendia
escrever uma trilogia, mas a estória de Will e Lake cativou tantos leitores,
que inúmeros pedidos para que ela continuasse a estória foram feitos.
Eu já comprei o terceiro livro, se
chama Essa
garota, e em breve postarei a resenha dele
para vocês.
Abaixo estão algumas imagens de
trechos do livro, mostrando um pouco da intensidade do amor de Lake e Will e
trazendo mais uma vez a poesia Slam para deixar a estória ainda mais viciante e
diferente de tudo que já lemos. 
Trecho do livro Pausa. Pág 64.
Trecho do livro Pausa. Pág 296.
Título: Pausa (Slammed 2)
Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Ano: 2013
Páginas: 304
Minha nota: ☆☆☆☆☆
Beijos com muito carinho,
Andressa Castilho.
@andressa_castilho12

RESENHA DO LIVRO SE EU FICAR

Olá meu amores,
Hoje trago para vocês a resenha do
livro Se eu ficar. Confesso que não foi fácil escrever essa
resenha, durante a escrita fiquei refletindo sobre várias coisas e nos assuntos
que eu deveria abordar. A estória é linda, emocionante e me cativou de uma
forma sem igual. Espero que vocês gostem, e sintam-se a vontade para comentar,
deixar criticas e sugestões.
Resenha do livro se eu ficar
Se eu ficar conta à estória de Mia, uma adolescente de 17 anos, com uma vida
normal como qualquer adolescente de sua idade, a não ser por sua paixão pela
música clássica e o amor que sente em tocar violoncelo.
Mia está no terceiro ano do ensino
médio, tem uma melhor amiga que está sempre ao seu lado e seu namorado Adam,
por quem é completamente apaixonada. Tudo parece no lugar, tudo parece estar
exatamente como deveria estar até certa manhã de fevereiro, aonde a vida de Mia
muda drasticamente.
Ela e seus pais decidem ir visitar
alguns amigos e familiares, mas, o inesperado acontece: Mia e sua família
sofrem um acidente horrível. A única coisa que fica intacta é o som de uma
música clássica que Mia já ouvira diversas vezes e que está vindo do som do
carro totalmente destruído. É então que ela vê o corpo de seus pais já sem vida
e corre para encontrar seu irmão Teddy, com quem tem uma forte ligação, mas,
tudo que encontra é o seu próprio corpo todo machucado, dentro de uma vala e
praticamente sem vida.
Mia não entende o que está
acontecendo, como é possível ela conseguir ver seu próprio corpo? Como é
possível que ela esteja ali e ninguém a vê?
Mia agora tem 24 horas para tomar a decisão mais importante de sua vida, e
nesse tempo, todos os momentos que ela passou durante toda a sua vida, começam
a vir como flashes em sua mente. Ela se lembra de tudo, de cada momento ao lado
de seus pais, de seu irmão, de seus avós, de seus amigos… Lembra-se de cada
momento com Adam, o amor de sua vida. Cada detalhe agora se torna imensamente
importante para a decisão que terá que tomar. Mia sabe que independente de
qualquer decisão, o sofrimento e a dor serão inevitáveis, então ela precisa
decidir se vale a pena lutar ou simplesmente desistir. 
“Se eu ficar. Se eu viver. A
escolha é minha.”
Com delicadeza e sensibilidade, a
autora nos conduz pela vida de Mia, com flashbacks que nos mostram seu dia a
dia e todos os fatos relevantes que a ajudaram a ser a pessoa que é.
Descobrimos a amplitude do sofrimento da família e dos amigos e da própria
protagonista, dividida entre sobreviver ou desistir. É uma decisão difícil,
quase impossível, e talvez ninguém devesse ter que tomá-la. O livro fala de
forma leve e rápida sobre amor, amizade, o poder do laço de uma família e
principalmente sobre decisões. Essas que devem ser tomadas e cujo peso
carregaremos para o resto de nossas vidas. Escolher entre o ir e o ficar, entre
o que é melhor para você e para aqueles que te rodeiam.
A estória tem um enredo cativante e
que te prende. Me peguei muitas vezes refletindo, sorrindo e até mesmo chorando
(preparem os lenços). 
Achei que em algumas partes do livro
a autora pecou em deixar lacunas. Alguns trechos se tornaram meio vagos pela
falta de informações sobre os personagens. Mas, não deixo de recomendar este
livro, vale muito a pena ler, as reflexões que ele proporciona sobre a vida e
sobre nossas escolhas me tocaram de forma profunda.
Em breve vou postar para vocês a continuação dessa estória que mesmo sendo
trágica, não deixa de ser inspiradora. O segundo livro se chama: Para onde ela
foi.
Abaixo eu selecionei alguns trechos
do livro para vocês. São trechos que resumem um pouco tudo que escrevi acima,
os sentimentos e principalmente a escolha que a personagem tem que fazer.
Trecho do livro Se eu ficar - pág 137
Trecho do livro Se eu ficar. Pág 137.

Trecho do livro Se eu ficar - pág 157
Trecho do livro Se eu ficar. Pág 157. 
Título: Se eu ficar
Autora: Gayle Forman
Editora: Novo Conceito
Páginas: 224
Ano: 2014
Minha nota: ☆☆☆☆
Beijos com muito carinho,
Andressa Castilho.
Instagram: @andressa_castilho12

RESENHA DO LIVRO MÉTRICA

Olá meus amores,

Primeiramente
venho dizer a vocês que postarei minhas resenhas uma vez por semana, estou
pensando em postar todas as segundas-feiras, o que vocês acham?

Hoje trago
para vocês a resenha de Métrica. Essa em especial foi uma das que mais gostei
de escrever, cada palavra digitada veio diretamente do meu coração, espero que
vocês gostem. E sintam-se a vontade para comentar, fazer críticas e sugestões. Esse
espaço é feito pra vocês.

Resenha Livro Métrica

[…] “Neste momento, não sou mesmo capaz de compreender
como deve ser ter o coração partido de verdade. Se eu sentir uma dor apenas um
por cento mais forte do que já estou sentindo, abdico do amor. Não vale a
pena.” (pág 76)
Eu
não encontrei outra maneira de começar a escrever sem utilizar esse trecho do
livro. Essas palavras condizem bastante com o sentimento colocado pela autora
em cada palavra escrita.
Métrica conta a estória
de Layken Cohen, uma garota de 18 anos que perdeu o pai repentinamente e se vê
obrigada a se mudar do Texas, o único lar que conhecera, para o Michigan.
Sempre acompanhada pelo luto que parece que nunca irá abandoná-la, ela tenta se
mostrar forte e corajosa para não tornar as coisas ainda mais duras para a sua
mãe e o seu irmão Kel.
Contudo, quando ela
chega ao Michigan ela percebe que a sua nova casa não é um lugar tão terrível
quanto ela imaginou que seria, principalmente porque lá seu irmão já tem alguém
a quem chamar de amigo e ela sente que logo Will Cooper, o vizinho da casa em
frente a sua e um apaixonado por poesia, fará parte da sua vida de modo
especial.
O que ela não esperava
era que a vida fosse lhe derrubar mais uma vez e que o mundo a sua volta
desmoronasse lentamente com revelações que fariam com que nada mais fizesse
sentido. Então Layken precisa descobrir como é possível continuar seguindo,
quando seu coração está praticamente congelado.
A princípio, o drama um
tanto exagerado colocado no livro, me deixou um pouco incomodada, mas a escrita
é tão leve e fluída que acabei tomando gosto pela estória e então não consegui
parar de ler. Métrica não é apenas um livro de personagens problemáticos, com
um passado conturbado e com uma vida tão complicada que faz com que um provável
romance entre protagonistas seja algo quase impensável. Não! É uma grande
lição. É ver o tempo todo pessoas aceitando cada muro que a vida coloca em sua
frente, na frente da sua felicidade e tentando achar uma alternativa para
continuar de pé. É passar pelo luto e por todo tipo de problema e aceitar que
às vezes a vida não segue uma linha cronológica de fatos. Aceitar que crescer
realmente tem mais a ver com o que você vive do que com a idade que você tem. E
que suas escolhas têm um peso, e você terá que arcar com ele depois.
A autora conseguiu criar
algo que realmente me surpreendeu e me cativou. Deixo aqui a minha recomendação
para esse livro tão intrigante.
Logo, logo trarei a resenha de Pausa, a continuação dessa estória linda, cheia
de poesia e romance.
Abaixo separei alguns
trechos do livro para vocês. São trechos que mostram a poesia Slam retratada no
livro e lições belíssimas deixadas pelos personagens. 

Trecho do livro Métrica pág. 250

Trecho do livro Métrica pág. 298

Livro: Métrica – Slammed – Livro 01

Autora:
Colleen Hoover

Editora:
Galera Record

Páginas:
304
Minha nota: ☆☆☆☆☆
Beijos com muito carinho,
Andressa Castilho.
Instagram: @andressa_castilho12

Resenha do Livro Garotas de Vidro


Olá amores,
Hoje eu vim falar de um livro que definitivamente
entrou para a minha lista dos inesquecíveis, e eu queria muito compartilhar
isso com vocês.
Eu pensei muito antes de escolher um livro para a
minha segunda resenha, e eu não consegui pensar em outro que não fosse esse.
Não é apenas pela estória em si, mas, pelo conteúdo. Escrevi com muito carinho
para vocês e espero que gostem. O livro é Garotas de Vidro.
Livro Garotas de Vidro
Garotas de Vidro conta a estória de
Lia, uma garota de 18 anos que em um certo ano novo faz um pacto com sua melhor
amiga Cassie, um pacto de sangue, onde fazem uma aposta para ver quem fica mais
magra.
O que começou com uma brincadeira inocente acaba
trazendo consequências desastrosas, começando com a morte de Cassie, que foi
encontrada sozinha em um quarto de motel barato. Cassie ligou para Lia 33 vezes
na noite em que morreu as duas estavam brigadas e então Lia não atendeu o
celular. Aí começa toda a história: Porque Cassie ligou para Lia 33 vezes? O
que ela estava fazendo em um quarto de motel barato? Porque Cassie havia
morrido? O que de fato aconteceu?
Todas essas perguntas assombram a mente de Lia. Ela
fica cada dia pior e sua obsessão pela magreza a deixa cada vez mais confusa
entre a realidade e a fantasia, e nem mesmo sua irmã Emma, por quem Lia tem
tanto amor, consegue fazer com que ela pare de se destruir.
Lia se torna refém de seu próprio corpo, assim como
Cassie, e impõe a si mesma um regime cruel em que contar calorias não é o
bastante. Ao omitir seu desespero, apela ao autoflagelo numa tentativa
premeditada de aliviar seus tormentos. Agora ela precisará lutar contra seus
próprios fantasmas para tentar sobreviver.
Esse livro nos faz refletir sobre muitas coisas,
não se trata apenas de uma estória triste ou alegre, não é um conto de fadas
onde a garota encontra seu príncipe encantado. É uma estória que relata uma
realidade desconhecida por muitos. A autora consegue impressionar o leitor com
cada palavra desse enredo intoxicante, mostrando de modo realista a dolorosa
condição de jovens que sofrem de transtornos alimentares e sua complicada
relação com o espelho e consigo mesmos. É um livro triste e ao mesmo tempo
maravilhoso, e nos faz perceber que a verdade nem sempre é o que enxergamos.

Trecho do Livro Garotas de Vidro
Autor (a): Laurie Halse Anderson
Editora: Novo Conceito
Páginas: 272
Ano: 2013
Minha nota:  

         Beijos no coração,

Andressa Castilho.
Instagram: @andressa_castilho12